quinta-feira, 26 de março de 2009

No silêncio de mim


Arde em minhas mãos um poema de paixão, tranco a porta, escondo o turbilhão, mas no afago do meu coração só me resta um oceano solidão. Um raio de sol não se pode arrumar numa caixa de papelão, a letra que rasgaste é grito solto no silêncio desta ilusão.

45 comentários:

Multiolhares disse...

Não te feches na solidão, abre as janelas da vida, e que o sol possa entrar
Bj

Luísa disse...

A letra rasgada pode sempre ser reconstruida...
Mil sorrisos!

frAgMenTUS disse...

bonito...e triste!
adoro o q escreves :)
fica bem, luz e paz
bj

stella disse...

Ciao, sorrisos.

Paulo - Intemporal disse...

__________________________________
sublime a imagem
__________________________________
sublime a música que é tanto
__________________________________
bel.íssimas as tuas palavras sempre acima de quaisquer expectativa
__________________________________
e saio _______________ em decalque de ti.

um beijo meu.

rui disse...

existem varios gritos......esse é grito..de silencio.....que deve ser dos piores..gritar para dentro de nos.... é sofrimento...dor..falta de paz de espirito.....
um dia fiz um grito......
e passei para o papel..........

nao sei se vai gostar.....mas foi o meu grito.

Um dia tu partiste
Sem dizeres porquê
Sinto ainda as minhas lágrimas
Fugindo e rolando pelas faces sem
cessar.
Foram lágrimas de desespero.
Pois o que tanto por ti esperei...
Näo vale o amor que já senti.
Os olhos que tanto brilham..
Näo säo por te ver!
Säo olhos que pensam!..
Por tudo o que lhes fizeste sofrer.
Os gritos que me ouves dar
NäO säo.. por näo Me amares...
Säo gritos de quem desabafa!
Por me teres deixado ao abandono.
E agora quereres voltar... Amar-me.

Cotovia....o seu blog tem muita classe..........
bom fim de semana......
um beijo
Rui

Bruce disse...

Abre uma janela no teu coração e deixa entrar o Sol...

angel bar disse...

O raio de sol não se pode arrumar numa caixa de papelão mas pode ser ele a tirar-nos da ilusão...

...quando iluminar o mais longo silêncio... em que já nada esperamos...

Zíngara disse...

Poemas de paixão queimam como brasas...

Bom findi, cotovia!

Francisco Silveira disse...

Novamente o Pio da Cotovia me fez ter um dia feliz.
Cada post seu, trás reflexão, sensibilidade e alegria.
Parabéns!
Abraços

ausenda disse...

Só...num raio de sol por libertar!!!

Gosto das tuas palavras!!!!!!

Um beijo

Eu disse...

Retribuindo a visita e adorando seu espaço!! Parabéns pelos textos e pela sensibilidade!
Seja sempre bem-vinda!
Beijinhos.

Efigênia Coutinho disse...

Eu já estava sendo a falta do teu Pio, e chego aqui leio este expressivo som de tua poesia, que mais eu poderia desejar neste dia que vai findando, nada , além de seus versos estonteantes,
Efigênia Coutinho

Patrícia disse...

obrigada pelo seu cometario
tambem gosto muito da sua escrita :)

BC disse...

As tuas imagens tanto físicas como em palavras são muito bonitas, mas tristes!!!____________pensamentos de refexão em algum sofrimento...
Beijo
Isabel

Cadinho RoCo disse...

No silencio da solidão a liberdade capaz de dar reparo a todo e qualquer eventual estrago.
Cadinho RoCo

Rosa Carvalho disse...

Adorei navegar no seu blog!!!
Além de amar Portugal e fados; amo poesias.
Sempre estarei por aqui.
Um bj carinhoso Rosa Carvalho

maré disse...

não, numa caixa de papelão, não.

fica a arder o coração
.

bj

ManDrag disse...

Salve! Cotovia

No silêncio das Palavras
corre o rio do Tempo

Salutas!

Ludi Botelho! disse...

lindo texto

meus instantes e momentos disse...

maneirissimo post, belo texto. Parabens , gosto daqui.
...o silencio da ilusão.
Maurizio

Moonlight disse...

...os raios de sol não se devem arrumar numa caixa,mas sim deixa-los brilhar neste ceu,porque com toda a certeza um dia, sem sabermos qual,um deles tocará em nós... fazendo-nos brilhar.
Sempre linda tua escrita!!!Fico encantada.
Bjs

Desnuda disse...

Lindo...Que raio de sol inunde seu coração pela luz do amor e da paixão. A imagem é muito bonita!


Um beijo

Angel disse...

Mesmo com sofrimento são muito bonitas estas palavras...deixo um Sorriso para animar o teu Coração...desejos de uma tarde chia de Sonhos..

Xana disse...

A solidão não faz bem a ninguém...
põe esse raio de sol aquecer o teu coração e ergue-te como uma cotovia guerreira e vai á luta..abre essas lindas asas com as belas plumagens e voa ao encontro da felicidade.

Sei que para quem está fora é mais fácil, mas pelo menos tenta ;)
beijinhos meus e uma semana cheia de sol!!

Roderick disse...

E li isto de calção... mesmo com o frio.

C Valente disse...

saudações amigas e até breve

neide disse...

Oi, senti falta do Pio da Cotovia

Não se feche na solidão, saia, sinta o sol, sorria e abra teu coração, te sentiras bem melhor.

Feliz semana.

Bjss

tossan disse...

Amigos, gente na rua, passeio. Que tal uma digital? É ela quem me ajuda. Abraços

stella disse...

Grazie!

neide disse...

Meu querido que bom que gostou...
As vezes estou bem e posto coisas tristes e vice-versa, não posto dependendo do meu estado de ânimo e sim pq achei bonito, sei que os amigos se preocupam por isso avisei que estava bem.
Quando postei estava com pressa pra ver o show do Iron Maiden, uns roqueiros nalucos,kkk e na presa saiu PP ao invés de PS, vim ver hj.

Fica bem tá?

Bjsss

Eduardo Aleixo disse...

Vim retribuir a sua visita.
Gostei da sua casa. Dos seus poemas. Hoje, com o ceu um pouco nublado. Mas belas e fortes são as suas palavras. Que mais sol as ilumine. E ao seu coração.
Bem haja.
Eduardo

paula barros disse...

Fiquei ouvindo esse poema declamado por alguém que saiba representar, que tenha boa entonação de voz.

abraços

SILÊNCIO CULPADO disse...

Cotovia

É intensa a mágoa e a paixão
como são intensos os dias
que temos na mão.

Olha as outras cotovias,
deixa a solidão.

Estes são os teus dias
não lhes digas NÃO.

Abraço

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA COTOVIA, MARAVILHOSASPALAVRAS NA TUA POESIA ADOREI AMIGA... TEM CALMA E FICA COM DEUS... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

R. Sant'Anna disse...

Por vezes a solidão é o melhor remédio.

Agradeço toda a sua gentileza.
O teu fundo musical é belíssimo, quem é o compositor?

Tenha uma boa quinta-feira.

Eneida disse...

Com a porta trancada podemos não ver os raios de sol!
Gosto sempre dos raios de sol, raios de luz!
Obrigada pela visita no blog!
Gostei daqui!
Voltarei!
Beijo!

Olavo disse...

Lindo poema..
com poucas palavras mas tão verdadeiras..
Lindo
Beijos

Dalinha Catunda disse...

Lindas palavras, belo espaço, tudo muito acanchegante.
Um abraço,
Dalinha

poetaeusou . . . disse...

*
o silencio
é o grito dos poemas
da ilusão resgatada,
,
maresias de carinho, deixo,
,
*

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Véu de Maya disse...

Cotovia!

agradeço a tua visita ao meu blogue.
A música é libertadora...e o texto é intenso e profundo...foi um prazer conhecer teu espaço...
beijinho.

Babi M.S. disse...

arde e queima minhas mãos, este tal poema de paixão!

Gosto mesmo!!!é lindo!

Maripa disse...

Palavras lindas,mas tristes,Cotovia...Abre o coração e deixa entrar os raios de sol... o grito será libertador.

Beijinho.

ams disse...

A paixão conduz inevitavelmente à ilusão... e muitas vezes à solidão!
O grito surge então com um catalizador do sofrimento!
A música de origem chinesa transporta-nos para um lugar onde o sol nasce, antevendo um novo dia.

Abraço

Adelina