sexta-feira, 13 de março de 2009

A mim, bastava-me...



...a ternura de um olhar que roubava ao teu inquieto procurar.

Amar-te era um verbo feito de coisas pequenas, um pedaço de esperanças no regaço de mil lembranças, um instante de vontade numa taça de ardente saudade, uma aurora adormecida na promessa de outrora, uma simples palavra riscada à espera de ser apagada.

40 comentários:

Xana disse...

Tanta coisa em doses pequenas e que enormidade de sentimento , que grande amar :)


muito bonito, bom fim de semana
beijos meus

Paulo - Intemporal disse...

na ternura de um olhar

um trajecto

um rumo

ou destino

um instante, que se quer resguardo

um bom fim de semana.

um beijo.

Luísa disse...

Ama-se enquanto há vontade de desenhar a palavra...
A palavra, desenha-se enquanto há predisposição para amar!

Voa alto, cotovia! Riscas palavras de amor e ilusão pelos mais belos guinchos que te oiço dar!

Beijinho terno!
Bom fim-de-semana!

Ana Martins disse...

Basta simplesmente o amor!!!!!!!


Beijinhos,
Ana Martins

lilian reinhardt disse...

Lindo toque do quase esvaimento pio eflúveo, chamada do sussurro, do aroma...num simples quase o ressugir da promessa...!
Beijos

Francisco Silveira disse...

Belo texto, bela imagem, e bela música!
Foi o meu presente para o fim de semana.
Abraços.

Maripa disse...

Amor feito de olhares de ternura esmaecidos na saudade e esperança...

Beijinho,doce Cotovia.

neide disse...

Lindas e tristes palvras de saudades... Demora a se apagar.

Tenha um ótimo final de semana.

Bjss

Maria disse...

Mas amar é algo completamente diferente: é querer uma coisa por si própria, regozijarmos-nos
com a beleza e bondade de si própias, e não relativamente a qualquer outra coisa senão ela própria.

(Etienne Gilson (1884-1978)

Bom fim de semana linda Cotovia não deixes de piar.
Obrigado pela visita .
Beij. com muito carinho :)...M.M.G.

JC disse...

Amar, palavra bonita. Linda quando a vivemos com a intensidade que ela merece. A mais linda se torna quando cnjugamos o verbo no presente do indicativo a primeira pessoa do plural, ou seja "nós amamos". Duas pessoas se amam.
Beijinhos

BC disse...

Amar é uma palavra pequena mas que encerra um grande sentimento quando vivido.
Beijo
Isabel

Babi M.S. disse...

Bastou-me suas palavras!

FOXY disse...

Amar
Amar, palavra tão pequena
Amar, significa tanta coisa
Amar, leva e traz
Amar, fica e nunca se vai embora.

Beijos

Foxy

Fabricante de Sonhos disse...

O que vc escreve toca.
E isso basta.

Ótima semana!

Milla

Efigênia Coutinho disse...

...a ternura de um olhar que roubava ao teu inquieto prucurar.

Quando você Pia, todo o Universo conspira, numa imensa roda gigante,girando com teus versos, meus cumprimentos,
Efigênia Coutinho

Maria Clarinda disse...

Maravilha!!!!!Adorei o teu post.
Jinhos

manzas disse...

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Cá, disse...

Perfeito!

luciana disse...

amar perdidamente..........

Pedro S. Martins disse...

dos pulmões ao coração, o bastar de outra pessoa é tenebroso.

tossan disse...

Suave e denso. A minha imaginação vai longe! Gosto da música! Beijo

ausenda disse...

Enorme...a palavra!!!!

Lindo, Cotovia!!!

Beijinho

Branca disse...

Amor/saudade sempre juntos...lindo demais!

Bom dia pra vc,
bjos!

lupussignatus disse...

o olhar

chama


[a chama
do olhar]

Liliana disse...

...ás vezes basta dizer tão pouco para dizer tudo...

Um abraço

Isabel José António disse...

Cara Amiga Cotovia,

Parabéns por tão bonito texto de sentida reflexão.

Se me permite pegar el algumas palavras do seu texto, faço assim:

"Uma aurora adormecida
Na promessa de outrora"
É como mãe enternecida
Mirando seu filho agora

É um sussuro, uma brisa
É um sorriso de encantar
Névoa que lenta desliza
Como que a querer namorar

Solta assim todos os nós
Que antes nos amarravam
Unindo das estrelas os pós
Que a nossos pés bailavam

Espero que goste.

Um grande abraço

José António

Lúcia Machado disse...

Vim retribuir a simpatia :)
e...Adorei conhecer este lugar de tão belas palavras...

Parabéns!

Voltarei mais vezes concerteza...

Obrigada

rui disse...

Normalmente quando comeco um comentário...comeco pelo nome....
foi ao seu perfil e ta la cotovia.e assim que a vou comentar.
Cotovia.... obrigada pela sua visita..e obrigada mesmo.....
porque quando aqui entrei......levei com textos curtos mas com enorme qualidade...o que se pode de belo..em tao curtas linhas
depois foi pagina abaixo........
e levei com uma musica....com sentimento poetico....coloca as ima gens a condizer com texto.......
amei de verdade seu blog.......
depois de escrever isto nem vou dizer a Cotovia o que vou fazer...
da para entender......

lhe desejo resto de tarde feliz
um beijinho......
Rui

Desnuda disse...

E era tanto...E tão bonito....

Um beijo

Bruce disse...

Sinceramente basta-me olhar para o meu amor para ser feliz...

Dona Poesia disse...

Olá, Cotovia!
Vim agradecer a sua visita e dizer que o seu blog possui uma magia inexplicável, é como se adentrássemos em florestas misteriosas, habitadas por fadas... um mundo oculto no passado, ou ainda em um futuro longínquo...São sentimentos fortes , esses que o seu mundo desperta.
Eu já havia visitado o seu blog, algumas vezes.
Um abraço

Dalinha Catunda disse...

Olá Cotovia
Na negritude de seu layout seu pio é uma luz. Contraste e encantamento.
Dalinha Catunda

acutilante - frank verlag disse...

Gostei. Pois!

Betania Lisboa disse...

Adorei conhecer seu blog.
Ficarei super feliz em receber sua visita em meu cantinho dos sonhos.

"Blogar é construir pontes de amizade e conhecimento no espaço.
Você fez sua ponte hoje?"
Feliz dia do blogueiro.

Passa no meu Blog e vamos construir pontes.

BC disse...

Hoje é para ti cotovia, poisada nos beirais com a chegada da Primavera.________________

Beijos cheios de flores perfumadas e sorrisos primaveris.
Isabel

São disse...

Que a ternura do olhar e a beleza da escrita se mantenham ao som dessa música tão suave...
Bom fim de semana.

Tatiana disse...

A mim também bastavam coisas simples assim...

Belo momento em que aqui estive!


Um abraço carinhoso

Giselle disse...

Oi ...
vim retribuir sua visitinha em meu blog, amei seu cantinho ...
Agora estou lhe acompanhando tá?
Sempre estarei por aqui.
Parabéns pelo dia do blogueiro.
Súper beijos e lindo fim de semana

Desconhecida disse...

Adorei este Post...o amor move montanhas, é o melhor sentimento que o ser humano pode vivenciar.

beijinho

Palavras Soltas disse...

ola
obrigado pelo comentario deixado
no meu mundo de fantasia
passei pelo teu e...
adorei..palavras sentidas...simplesmente magnifico

ja agora diz me se for
possivel onde vais buscar imagens
tao bonitas

beijos