sexta-feira, 6 de março de 2009

Revelação



Naquela noite fria e escura, entreguei o sonho à loucura e já despida de toda a ternura, parti perdida à tua procura.

Descobri que ao fundo da rua, havia uma casa que diziam ser tua. Quatro paredes nuas, uma porta sem fechadura, sete luas a fingir de cobertura.
Lá dentro, junto à lareira, rimavas uma história que um dia foi verdadeira. À luz de uma candeia, um verso solto perdia-se na poeira, uma palavra escondia-se na tua algibeira...

Hoje sei que o teu poema era feito de meia dúzia de promessas, algumas rasgadas na bruma; a tua casa... apenas mais uma; tu... uma estátua que esculpi na espuma!

54 comentários:

Maria Clarinda disse...

Está lindo, mas muito lindo este teu post.
Nem tenho palavras...levo-o comigo.
Jinhos mil

Roderick disse...

Lindo!

tossan disse...

A tua poesia é diferente e é por isso, talvez que gosto muito! Bj

CarlaSofia disse...

Adoro o ritmo desta escrita.
beijinhos cotovia!

Moonlight disse...

Como sempre magnifico,intenso e bastante emotivo.
Adorei!
Um bj

Gleidston dias disse...

Sem descuidar do essencial da poesia voce encontra nas palavras cantos e recantos maravilhosos de se ler,parabens, adoro sua escrita.

bjss

Patrícia disse...

Muito bonito mesmo. As palavras divagaram na minha cabeça, como uma linda poesia, figurada por imagens de excelente qualidade.

Patrícia=)

ausenda disse...

De bruma desnuda, uma estátua de ...palavras!

Fico emocionada quando te leio!
Está lindo!

beijinho

BC disse...

Gosto dos teus textos poéticos!!!!
Bjs
Isabel

Multiolhares disse...

Gostei muito, mas difícil de comenta-lo pois tem tanto de poético como variantes de pensamento
beijos

Maripa disse...

Escrita ritmada,poética com sabor e sentir. Palavras que me prendem.

Beijinho,Cotovia.

Tatiana disse...

Hoje decidi visitar todos os blogs que acompanho.

E é com imenso carinho que
venho lhe desejar
um belo final de semana

Um abraço carinhoso

Luísa disse...

Por quem sois, senhor!
Que tão belas palavras balbuciais e arranjais casamento para tão belo baile...
é um enorme prazer vir cá e ler tão belo poema! Belo, belíssimo!De extremo bom gosto!
Muitos parabéns!Bom! Muito bom, mesmo!

Paulo Lopes disse...

Sete Luas no lugar da cobertura.....

São precisas pelo menos nove para evitar a luz do Sol que transforma todas as fotografias em bilhetes postais perfeitos e enjoativos.

Ou seriam todas ocultas essas sete faces da Lua?

Olavo disse...

Lindo poema..quanta sensibilidade e força neste blog..Parabens.
Vou voltar
Bjs

paula barros disse...

Muitas vezes nos decepcionamos. Entramos por casas erradas, por ruas sem saidas, descobrimos estátuas de sal....

Mas muitas vezes nós é que criamos além da realidade e queremos que o outro voe com as nossas asas, e não com as asas dele.

abraços

Ludi Botelho! disse...

Simplesmente...
lindo...
sem palavras...
arrasou...
bjoooo

Beatriz disse...

Cotovia!!
Teu piar me encanta...
Tuas palavras sao mel...
És a "Revelaçao"...
Tua espuma tem cor!!
Tua estátua tem alma...
Deixo um beijo junto do meu sorriso!
Bea

sim_ eu_ digo disse...

Versos
Versos
Que me comovem...

Desnuda disse...

Mais um belo texto! Lindo,suave,intenso e tocante. Maravilha!!!


Um singelo carinho

. . . . .♥♥♥.♥. .♥♥♥. . .♥♥
. . . . . ♥♥♥♥. . . ♥♥♥ . . .♥♥♥
. . . . .♥♥♥♥♥ . . ♥♥♥♥.♥♥ .♥♥
. . . . ♥♥♥♥. . . . ♥♥♥♥. . . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥. . . . .♥♥. . . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥♥. . . . ♥♥. . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥♥♥ . . ♥♥. . ♥♥
. . . . ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ♥.♥♥
♥♥. . . . .♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥.♥♥
♥♥♥♥♥ . . . . . ♥♥
♥♥♥♥♥♥♥. . . .♥♥
♥♥♥♥♥♥♥ . . ♥♥
.♥♥♥♥♥♥♥ . ♥♥
. .♥♥♥♥♥♥. ♥♥
. . .♥♥♥♥♥♥♥
. . . . . . .♥♥
. . . . . . ♥♥
. . . . . .♥♥
. . . . .♥♥
. . . . . ♥♥
. . . . . ♥♥´´´´´´´´´´´

Babi M.S. disse...

Lindíssimo, agradavel aos ouvidos, aos olhos, à mente! Mesmo arte!

ecos de palavras disse...

À luz de uma candeia, já ouvi o piar da cotovia e nesses tempos idos, em plena planície alentejana, tudo era mágico... assim é o meu estado de alma, ao ler-te.

Escreves sublimamente!

Beijos.

JC disse...

Gosto imenso do tipo de poesia que fazes. Por vezes "construimos" uma imagem de alguém que quando conhecemos se desmorona e nos ficamos na mais profunda tristeza, outras, por vezes, somos surpreendidos com a imagem que "construimos", ainda é mais bela que a que idealizámos.
Beijinhos

Cadinho RoCo disse...

O tempo passa e mostra aquilo que antes não vimos.
Cadiho RoCo

Maria Carmo disse...

Cara Cotovia,

O seu post acorda em mim uma sensação de impermanência. Obrigada pelas visitas ao meu Voo Longo,

Maria Carmo

darkinha disse...

É a primeira vez que leio o teu blog e já me sinto apaixonada pelas tuas palavras, mexeram com um pedaço da minha alma!
Tas de parabens pela intensidade de sentimentos que colocas em cada palavra de cada texto... nota-se que és uma pessoa sensivel...

Tb vim agradecer a tua visita ao meu espaço bem como agradecer o teu cometario...

beijos e bm fds

Hariane disse...

As palavras vagam e encontram cada qual o seu lugar.

Gostei!

Bjus floridos!

Sonia Schmorantz disse...

Lindas palavras que vagam no espaço e escondem-se entre os pensamentos de uma ímpar poetisa.
Feliz dia da mulher
beijo

Menino Poeta disse...

Nossa poema, amor!!! um prato tão gostoso de se saborear

Maria disse...

Lindo amei.
desejo que o fim de semana seja bom.
deixei no meu cantinho com muito carinho um desafio espero que se devirta é uma pequena brincadeira,foi com carinho.
O mundo quer saber mais de você.
Beij. com o cheiro das flores que estão a começar a chegar.

M.M.G.

angel bar disse...

O que escreveu fez-me lembrar sentimentos idos (e presentes), algo que escrevi um dia na Noite das Bruxas. Se tiver disponibilidade procue no meu blog o post de 31 de Outubro de 2006...

Haja o tempo em que se soltam os sonhos...

Convite para Long Drink "Flamenco" no Angel Bar.

Boa Semana.

São disse...

Bonito post,
Um feliz Dia da Mulher.

Boa semana.

José Heitor Santiago disse...

Gostei de todas as palavras, construídas,
passadas para o papel;
Poesia!


jhs

Verônica disse...

Passando pra agradecer a sua visita.
Lindos versos.

Joéliton disse...

Muito lindo..

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Cotovia.

Linda poesia. Cheia de força e sensibilidade.
E a imagem foi uma ótima escolha.

EXCELENTE SEMANA!


♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Xana disse...

Ontem vim aqui e li, hoje voltei e li de novo, muito bonito este teu escrever, adorei


boa semana cheia de luz e felicidade :)

RosanAzul disse...

Olá!! Vim conhecer teu blog!!
É realmente muito lindo!! parabéns e muito sucesso!!Um abraço carinhoso, Rosana Souza (RosanAzul)

José disse...

Gosto de sonhos..gostei de ler o teu...tudo de bom e continua

neide disse...

Sensibilidade a flor da pele. Seus textos são sempre marcantes.
Gosto de vir aqui.

Tenha uma ótima semana.

Bjss

Dalinha Catunda disse...

Belo texto, palavras bem colocadas, nos incentivando a continuar a leitua eas visitas.
Um abraço,
Dalinha

manzas disse...

Poesia diferente, mas totalmente bela! Gostei muito mesmo!



Num momento desnudado de inspiração
Apuro sentidos desconhecidos nas janelas do mundo…
Abro longas cortinas entreabertas da imaginação
E sonho despertar, num sono em que não durmo

Um resto de um bom dia e semana
Continuando, com a boa inspiração…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Branca disse...

Que lindo...sensibilidade e diferença fazendo as palavras ficarem únicas...

Boa semana pra vc,
bjos!

BC disse...

E esculpiste muito bem, adorei as palavras.

Beijo
Isabel

Zíngara disse...

...uma estátua esculpida em espuma...ficou-me o verso, bela cotovia!

Efigênia Coutinho disse...

A COTOVIA, quando pia, sai da frente, pois você vai ler versos de um "bardo"

Descobri que ao fundo da rua, havia uma casa que diziam ser tua. Quatro paredes nuas, uma porta sem fechadura, sete luas a fingir de cobertura.

Quem conhece bem literatura, sabe que estou dizendo a verdade.
Meus cumprimentos,
Efigênia Coutinho

Lmatta disse...

belo texto
gostei muito
beijos

Francisco Silveira disse...

Teu texto deixa o nosso dia mais leve e feliz.
Parabéns
Abs

manu disse...

Maravilhoso!

Os poemas bons são assim... nos deixam extasiados... sem palavras... ficam marcados na nossa alma...

Beijinhos

Bom dia!

maré disse...

e é um voo

rasgado de noite

.

e perto, tão perto que lhe sinto o rumor das asas um coruja sobrevoa .me de solidão

um beijo

de repetidas estórias

Fabricante de Sonhos disse...

Oi Cotovia!
Obrigada pela visita no meu blog.
Que bom que achou interessante!

Seu blog é muito bom.... cada texto mais lindo e cheio de sentimentos...
Gostei muito!

Bjs!

Milla

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, andas a escrever poemas em forma de poesia...
E ainda por cima com uma qualidade poética elevadíssima.
Gostei muito, parabéns. Continua a cantar cotovia, que as tuas palavras encantam quem as lê, mesmo de dia...
Beijo.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Cotovia

Magnífico texto.Toda a realidade é uma composição de sentires. E o amor dói quando transpõe o sonho.

Abraço

virgínia além mar- peixe voador disse...

Cotovia
emudeço diante a beleza que nos oferece ao esculpir da espuma
uma figura mítica
enamorada da lua ...
vou colocar um link no Contemporaneas para esta tua
impressionantemente bela REVELAÇÃO
http: // poeticacoletiva.blogspot.com/
abraços virgíia além mar